sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Guerras Mundiais 1914-1945

Guerras na Europa, com repercussões nas colônias.
Conflitos regulares, simétricos e político-econômicos. As raízes do primeiro conflito encontram-se nas disputas imperialistas do século XIX. Militarmente a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) não teve uma solução, o armistício foi assinado sem que houvesse uma vitória real de um dos lados do conflito. A Revolução Russa ocorre neste período, bem como a Crise de 1929 e o surgimento do Fascismo. Estes novos fatores somados a questões não resolvidas em 1918 levam à Segunda Guerra Mundial (1939-45).
Guerra Fria 1945 – 1989/91
Europa: “coexistência pacífica”, as principais crises foram o Bloqueio de Berlim em 1948 e as intervenções da URSS na Tchecoslováquia e na Hungria.
Ásia e África: descolonização. Guerras contra os dominadores europeus e entre os grupos locais. Neste período ocorreram as guerras de independência ou descolonização, gerando conflitos de alta complexidade em que questões étnicas locais somam-se a fatores políticos e econômicos dentro de fronteiras artificiais traçadas por potências estrangeiras a partir do século XIX. Conflitos em geral irregulares e assimétricos. Exceções: Coréia, Índia e Paquistão, árabes e israelenses.
América: conflitos político-ideológicos, guerrilhas de esquerda contra os governos apoiados pelos EUA. Ditaduras militares ocorreram na maioria dos países.
Nova Ordem Mundial 1991 – Hoje
Pulverização dos conflitos pelo mundo. Predomínio da guerra irregular e assimétrica. Fragmentação da URSS e fim da Guerra Fria: nacionalismos étnicos dentro da Rússia, no Cáucaso e na Ásia Central. Continuidade na África dos choques pós-descolonização, incluindo as questões étnicas. Ondas de refugiados. Aumento dos choques culturais Islã-Ocidente. Aumento da presença militar dos EUA no mundo. Intervenções dos EUA no Oriente Médio: fragmentação do Iraque e instabilidade regional ampliada. Conflitos entre Estados e grupos autônomos. Israel e Hizbollah, EUA e Talebã – Al Qaeda.
Níveis técnicos:
Pré – 1914 Combate próximo, de fogo com mistura de armas o e cargas de baioneta. Uso de cavalaria para reconhecimento e eventuais cargas rápidas. Artilharia como apoio à tropa. No mar, grandes encouraçados e duelos de artilharia.
Guerras Mundiais 1914-1945 Início da mecanização da guerra, com o desenvolvimento de tanques de guerra e outros carros de combate. A Primeira Guerra foi basicamente uma guerra de posições (trincheiras). A Segunda Guerra foi uma guerra de manobras. O desenvolvimento dos veículos permitiu mais mobilidade, a força aérea iniciou os bombardeios estratégicos. Apesar das diferenças táticas e tecnológicas, os conflitos foram bastante semelhantes, com muito contato próximo.
Guerra Fria Neste período foram aperfeiçoadas diversas invenções da Segunda Guerra, tais como: mísseis balísticos, propulsão a jato, helicópteros e o armamento nuclear. Os conflitos deste período apresentam grande variedade técnica. Países pobres ou grupos guerrilheiros utilizaram armamento pouco superior ao visto no período anterior. Armas leves, minas terrestres e técnicas de guerrilha foram comuns. Países ricos mantiveram seu arsenal atualizado e adaptaram suas táticas e estratégias aos novos armamentos disponíveis. Televisão e satélites passaram a influenciar os conflitos. As imagens mobilizaram a opinião pública, os satélites revolucionaram a análise de dados e a captação de informações.
Nova ordem mundial O colapso soviético gerou a desmobilização de diversos exércitos, mas também causou conflitos. Informática, armamento nuclear tático, mísseis e bombas “inteligentes” guiados por satélite, GPS ou laser, passaram a ser usados para reduzir o custo humano entre os exércitos de países ricos. A tendência para estes países é abandonar os grandes contingentes visando maior utilização das chamadas “tropas especiais” ou “tropas de elite”. Estas tropas atuam em números menores, amplamente amparadas pela tecnologia e são treinadas especialmente para missões em guerras irregulares. Para os países pobres continuam valendo os níveis técnicos inferiores. Não há uma regra, conflitos podem ser travados com facões ou metralhadoras, mas raramente apresentam blindados, aviação e marinha. Tais elementos aparecem apenas em pequenas quantidades.

Sem comentários:

Enviar um comentário